5 dicas SIMPLES para o cuidado diário da VOZ - Fonoaudióloga Cristina Gimenes Clinica Ciclos.



A voz é o som produzido na laringe, pela vibração das pregas vocais (popularmente conhecidas como cordas vocais), através do ar vindo dos pulmões. A falta de cuidados básicos para preservar a estrutura responsável pela produção da voz, pode ter como consequência o desencadeamento de alguns “problemas” laríngeos como por exemplo: edemas, nódulos, pólipos, úlceras de contato. Esses “problemas” na estrutura laríngea trazem manifestações observáveis no nosso dia-a-dia: mudança no tom de voz, rouquidão frequente, cansaço vocal (e até mesmo físico) ao final do dia, entre outras.
O trabalho de reeducação dos hábitos vocais tem como objetivo a adequação das estruturas fonoarticulatórias e a conscientização das pessoas para o uso correto da voz, nos proporcionando um suporte estrutural laríngeo adequado para a produção vocal ideal. As alterações vocais afetam a vida pessoal e social das pessoas, e muitas vezes estão diretamente relacionadas à rotina profissional. Por isso, os profissionais que utilizam a voz como seu instrumento de trabalho (professores, cantores, pastores, telefonistas), precisam se atentar mais aos cuidados com a voz, buscando a orientação para o tratamento e cuidado para evitar tais alterações.
A voz é algo essencial na vida de qualquer pessoa, precisamos dela para tudo. Então pensamos em 5 dicas básicas e fáceis de seguir no nosso dia-a-dia!

1.)   BEBER BASTANTE ÁGUA – A água hidrata o corpo, e consequentemente hidrata as pregas vocais.
2.)   COMER MAÇÃ - A maçã tem ação adstringente, ou seja, “limpa” a garganta, causando a sensação de alívio na produção da voz.
3.)   EVITAR “PIGARREAR” – O pigarro é aquela secreção que temos e que precisamos eliminar. Quando pigarreamos “batemos” uma prega vocal na outra com a maior força, e isso não é legal. Quando sentir a vontade de pigarrear, beba ÁGUA e faça exercícios de vibração de língua. Aos poucos, esse pigarro diminuiu. Uma dica: alimentos como chocolate, leite, café, produzem mais essa secreção que nos incomoda, então se possível, evitar ao máximo esses alimentos.
4.)   NÃO GRITAR – Quando gritamos “batemos” uma prega vocal na outra com muita força, e isso machuca. O ideal é melhorar a articulação para falarmos mais alto, sem gritar.
5.)   ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL – Uma alimentação com muita fritura, refrigerante e doces, pode ocasionar o chamado “refluxo”. Isso influencia diretamente na qualidade na produção da voz.

Essas dicas servem para TODOS. Não só para aqueles que utilizam a voz como instrumento de trabalho. Portando coloque em sua rotina esses pensamentos e práticas, e estará cuidado para evitar algum problema em sua voz. Claro que cada caso é um caso, e que todos devemos procurar ajuda de um profissional para tirar suas dúvidas e conhecer mais um pouco do assunto. Estamos sempre à disposição.


Manuela F. Juliani – Psicóloga

Jacqueline - Psicóloga infantil

Cristina R. Gimenes – Fonoaudióloga 







Para conhecer um pouco mais sobre o trabalho e serviços oferecido pela  Clinica Ciclos acessem: www.clinicadesaudeciclos.com.br/

Leitores do nosso portal tem desconto especial, solicite já o seu!!

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top