SEMPRE ALERTA!


SAIBA MAIS SOBRE ESCOTISMO





Com certeza você já ouviu falar dos Escoteiros, né?

Mas você tem filhos que fazem parte dos Escoteiro? Ou já assistiu a alguma atividade deles?

Quando eu era criança ouvia minhas irmãs mais velhas, que eram "Bandeirantes", cantarem as músicas Escoteiras.

Eu não fui Bandeirante.

 O Movimento das Bandeirantes foi uma versão feminina do Movimento Escoteiro. Hoje os dois movimentos aceitam meninos e meninas, mas se diferenciam por suas tradições e atividades.

Depois de adulta tive a oportunidade de acompanhar alguns encontros, e fiquei encantada com tudo que vi e aprendi. Vou contar um pouquinho aqui.

O Movimento Escoteiro existe há mais de cem anos.

Foi fundado em 1907 pelo ex-general Robert Stephenson Smith Baden-Powell, após ele afastar-se do exército na Inglaterra. 

Atualmente existem mais de 80 mil escoteiros no Brasil, em 607 cidades, com 1265 grupos e no mundo passa de 15 milhões.

É o maior movimento de educação não formal de jovens do Mundo.

O Movimento dos Escoteiros tem uma divisão por faixa etária. Eu achei muito bonita a descrição de cada ramo, e quero compartilhar como eles escrevem, na primeira pessoa do plural..

Lobinho


Entre os 6,5 e os 10 anos aprendemos muito sobre a vida em meio à natureza, a viver em grupo e desenvolvemos nossa liderança. “O livro da Jângal”, que retrata as aventuras de Mogli, o menino lobo, é o que inspira a organização do Ramo Lobinho – juntos, formamos uma alcateia, que é dividida em pequenos grupos chamados matilhas.


Escoteiro

Entre os 11 e 14 anos, fazemos parte do Ramo Escoteiro – somos patrulhas  de meninos e meninas, que juntas formam uma tropa.
Temos um monitor, que nós mesmo escolhemos, e que age como um líder dentro de nosso grupo, e desenvolvemos algumas atividades por conta própria, como ir ao cinema, jogar algum jogo, etc.

Outras atividades como acampamentos e excursões fazem parte da nossa vivência no Ramo Escoteiro, sempre com o acompanhamento de adultos. Com nosso lema “Sempre Alerta”, estamos interessados em descobrir coisas novas e estar cercados de amigos.
Antes de completar 15 anos, passamos por um período de transição em que nos adaptamos à realidade do Ramo Sênior, e nos despedimos da tropa escoteira com a Cerimônia de Passagem.




Sênior

É formado por jovens com idade entre 15 e 18 anos, que nos incentivam a superar nossos próprios desafios! Nós já nos conhecemos melhor, aceitamos nossas características e as diferenças de um jeito mais simples, e estamos entendendo melhor nossa própria personalidade.

É o período em que entramos na vida adulta, e estamos concluindo a formação de nossos valores e princípios.



Pioneiro
Os Pioneiros (ou Pios, como gostam de ser chamados) é formado por jovens com idades compreendidas entre os 18 e 21 anos. Se reúnem no chamado clã, e é onde nos apoiamos e descobrimos interesses em comum. Levamos a sério nosso lema “Servir”, pois experimentamos o papel real do adulto por meio do serviço e das atividades de desenvolvimento comunitário.

Mesmo estando no clã, já podemos participar como adultos voluntários em outros Ramos atuar ativamente em nossas comunidades. 

Ao completar 21 anos podemos seguir pela vida escoteira como voluntário, escotista ou dirigente. Pano de fundo: SERVYR (o Y é uma alusão ao bastão escoteiros que cada Pio possui, e que tem uma forquilha na ponta superior)

Os pais ou responsáveis são sempre bem-vindos! Mais do que poder acompanhar a realização das atividades, os pais devem estar envolvidos no cotidiano escoteiro de seu filho. É importante estar por dentro de suas conquistas, de seus desafios, de como anda seu desenvolvimento.

O Escotismo possui um Programa Educativo muito bem organizado que varia conforme a cultura do país e também evolui no tempo, e é aplicado pelo Método Escoteiro, esse imutável desde a fundação, que enfatiza pontos importantes como atividades ao ar livre, vida em equipe (Sistema de Patrulhas) e aprender-fazendo, que fica visível no desenvolvimento dos encontros semanais, que vou tentar descrever para vocês.

A primeira atividade do dia é chamada de IBOA (Inspeção, Bandeira, Oração e Avisos). Todos as reuniões se inicia com o hasteamento da Bandeira Nacional, seguida pela oração realizada por um dos jovens voluntariamente.

Depois são realizados jogos conhecidos como Quebra-Gelos, muitos com músicas, para entrosamento e descontração. 

Depois, de acordo com a Modalidade do grupo, são feitas atividades específicas.

Por exemplo , o Grupo Escoteiro do Mar Velho Lobo, que visitei em Campinas, é um Grupo Escoteiro da Modalidade do Mar, apesar de não haver mar ou  represa para utilização na cidade, existem várias pela região, por isto tem vivências de atividades relacionadas à marinharia. O Velho Lobo também sempre vai ao litoral para atividades embarcadas.

Uma vez por mês parte do grupo vai para a praia ou cidades com represa para praticar esportes como canoismo, remo, vela, natação entre outros.

No calendário geral do Escotismo, são realizados eventos anuais diversos para os participantes, como Encontros de escoteiros por região, Jogos, e mutirões de ações ecológicas.

Pra mim ficou clara a questão da fé, do civismo, do respeito e a disciplina do método Escoteiro.

Por meio das atividades que exigem uma série de habilidades como concentração e esforço, e de ações coletivas, se desenvolvem um conjunto de valores que envolvem a amizade, a lealdade, a cooperação, a responsabilidade, a cultura de paz, a cortesia e educação, desenvolvem a autonomia (protagonismo juvenil), a integração social. Nossa intenção é proporcionar um ambiente de colaboração, onde se constroem amizades e valores levados por toda a vida.
Por isto os pais ou professores percebem mudanças significativas no comportamento das crianças, adolescentes e jovens. "Crianças e jovens inseguros ou tímidos, por exemplo, acabam conquistando mais autoconfiança por meio desses estímulos emocionais e físicos."
Mais uma informação:
No site www.escoteiros.org.br tem publicações para baixar gratuitamente do Programa de proteção infanto-juvenil, que abordam os temas Drogas, bullying e violência. Achei muito bom!
Veja também www.facebook.com/gemarvelholobo

Eu não vejo a hora de filhão ter a idade para poder participar!

Colunista: PRISCILA CRISTINE RIBEIRO

CONTATOS:

Instagram: https://www.instagram.com/maternoamoreterno/?hl=pt-br



Crédito das imagens:  Escoteiros do Brasil

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top