MEDO DE FALAR EM PÚBLICO


O assunto de hoje é um dos mais temidos pela humanidade. Independente de classe social, idade, raça, profissão, o MEDO DE FALAR EM PÚBLICO, é o maior medo da humanidade. Maior inclusive que o medo da morte.
Não me refiro apenas em falar para grandes plateias, mas também em situações sociais como prospectar novos clientes ao telefone, falar com estranhos, participar de reuniões sociais e/ou profissionais, lidar com pessoas “importantes” ou autoridades, manter contato visual, ser o centro das atenções, dentre muitas outras ocasiões. É diferente da timidez, pois este transtorno interfere negativamente na rotina causando stress, sofrimento, sentimento de incapacidade e frustração, além de perdas de grandes oportunidades e negócios.
Geralmente são pessoas perfeccionistas, auto críticas, ansiosas, com crenças relacionadas a insegurança e ao julgamento de si próprio e do outro.
Apresentam incômodo e preocupação principalmente antes das apresentações.
A ansiedade e o medo geram sintomas físicos como voz tremula, falta de ar, sudorese, taquicardia, desordens gástricas, tensão muscular, tremores, queda de pressão arterial, tontura, desmaios.
No mundo corporativo, pesquisas indicam que mais de 70% dos problemas das empresas são decorrentes de falhas na comunicação, direta ou indiretamente.


ALGUMAS DICAS PARA AMENIZAR O MEDO DE FALAR EM PÚBLICO
  • Estude e treine antes de se apresentar, e corrija o que for necessário;
  • Chegue mais cedo ao local da apresentação, nada pior que chegar atrasado e se enrolar;
  • Use materiais de apoio sempre que necessário;
  • Não considere seu público como seu juiz;
  • Evite as auto críticas negativas;
  • Drible a ansiedade com exercícios de respiração e relaxamento. Haja com naturalidade;
  • Fale com clareza e articule todos os fonemas (sons da fala);
  • Evite vícios de linguagem como NÉ, TÁ, OK... estes são formas de ruídos na comunicação;
  • Beba água;
  • Cuide bem de sua voz, ela é seu principal instrumento de trabalho;
  • Trabalhe sua auto estima;
  • Use e abuse da criatividade. Motive e envolva seu público;
  • O medo não é real. Ele foi criado pela sua mente, portanto não antecipe a dor;
  • Não dê ouvidos a voz interior negativa;
  • Procure sempre ajuda de um especialista.


Lembre-se do ditado: “A primeira impressão é a que fica”, portanto a apresentação pessoal é seu primeiro cartão de visitas. Vista-se conforme a ocasião e público. Desta forma a conexão se torna mais rápida e eficaz.
Mas afinal, por que é tão necessário ter uma oratória eficaz?
Um orador ou comunicador de excelência é aquele que cativa seu público. A oratória está altamente ligada a liderança. Todos os grandes líderes são comunicadores de alto impacto.
Os fatores que contribuem para uma boa oratória vão mais além que palavras e percepções auditivas.
Falar com clareza e convicção fortalece a imagem, ajuda a superar as inseguranças. Acredito no trabalho global, portanto, o planejamento, técnicas de oratória, articulação, expressões faciais e corporais, cuidados vocais, fluência, congruência, persuasão, imagem pessoal, inteligência emocional são alguns pilares que o comunicador de excelente deve desenvolver.
Uma das frases que digo aos meus clientes: “Se você não falar, outros falarão por você e guiarão sua vida”. Como então superar medos, transformar crenças, desenvolver habilidades comunicativas eficazes?
O primeiro passo é o auto conhecimento, como o cliente se vê como comunicador, quem é seu modelo, quais valores, crenças.
Em seguida ele é levado a se ver e se ouvir. Com apoio áudio visual, são registrados os antes/depois para mensurar a alavancagem do processo.
Com técnicas da PNL, é possível identificar e adotar modelos linguísticos e comportamentais de comunicadores, líderes poderosos do mundo, e aplicar no dia a dia, influenciando positivamente nos resultados.

Por meio da ressignificação de padrões interno, as estruturas neurolinguisticas são reforçadas e/ou reestruturadas. As habilidades necessárias são desenvolvidas e cria-se o hábito, um novo padrão de modelo mental e ações.

Serviços:
Juliana Brazolin, Fonoaudióloga e Coach de Comunicação.

facebook: Juliana Brazolin


CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top