ESSE BRASIL DE ÓDIO NÃO ME REPRESENTA!

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo
ESSE BRASIL DE ÓDIO NÃO ME REPRESENTA!
Como influenciadoras digitais, e formadoras de opiniões, não poderíamos nos calar diante de um fato como esse.
Como que em um país que se fala tanto em amor ao próximo, compaixão, humanidade, justiça, pode expressar tanto ódio, em um momento de tanta dor a essa família.
Rafael Gonçalves acompanhamos seu post no Facebook, e sim apoiamos seu ponto de vista, por isso estamos aqui para compartilhar com todos nossos leitores.
Prezados leitores, abaixo segue postagem do Rafael na integra.
DEVEMOS RESPEITAR a dor do próximo, quer ele nos agrade ou não.
Palavras de Rafael Gonçalves em sua página do Facebook:

Estou abismado com alguns comentários em redes sociais, de pessoas propagando o ódio, e pior, comemorando a morte de outras pessoas. Independente de partido e amores por alguns políticos, devemos respeito, repito, DEVEMOS RESPEITO, para sermos respeitados. Nesse momento de luto, me solidarizo com Lula e seus filhos, pela morte da esposa, mãe, avó e mulher, dona Mariza Leticia, ex primeira dama do Brasil.
Sejamos mais humanos. Antes de abrir a boca para falar merda, como muitos fizeram, devemos nos colocar no lugar do próximo. Mariza é filha, é mãe, é avó, é esposa, e querendo ou não, na trajetória de vida foi uma mulher guerreira. Ter um coração ruim ao ponto de desejar a morte de alguém, só demonstra o quão fútil a pessoa é. Uma alma repleta de ódio, não tem outro destino, senão morrer do próprio veneno. A humanidade está perdendo a humanidade.
Lula, eu estou com você e sua família nesse momento de dor. Esse Brasil de ódio não me representa.
Que Deus a acolha em seus braços e conforte toda a família!
Para o ódio prevalecer, basta os bons se calarem. Eu não vou me calar diante de tanta maldade.


Nossos verdadeiros sentimentos a família do Luis Inácio Lula da Silva, por essa perda, e por todo constrangimento nas redes sociais.

CONVERSATION

2 comentários:

  1. É isso! O ódio também não me representa. Sinto me entristecida com tais manifestações intolerantes e sem qualquer sentimento de solidariedade. E o que mais me preocupa é como estamos formando as gerações de filhos com esse tipo de comportamento e pensamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo querida leitora e colunista, muito preocupante este tipo de manifestações diante as nossas crianças que são o nosso futuro

      Excluir

Back
to top