Alimentação saudável para as crianças - Com Flávia Celebrilan/ Comidinhas sabor e qualidade.




Hoje Vamos um pouco sobre alimentação para crianças.

Tem algumas frases que não são tão boas para falarmos na hora que os pequenos vão comer:

-Se não raspar o prato não vai brincar.

-Só sai da mesa se comer tudo.

-Se não comer agora só irá comer no jantar.

Este tipo de intimidação não é bom para criança, a negociação e ameaça não resolve, nem mesmo para provar outros legumes e verduras. Por isso sempre que eles forem comer, que seja comida de qualidade com variedades. Legumes, proteínas e carboidratos.
Nunca pense que todos os dias eles iram comer muito, mas saiba que a rotina sem ameaças dará prazer, por isso a necessidade de fazer da hora da refeição algo importante. E mesmo que as mamães não gostem de algo, faça com que as crianças provarem de tudo, para que assim elas conheçam e se acostumem. Minha mãe sempre me servia arroz, feijão, carne, frango ou peixe, um legumes e uma salada, hoje em dia provo de tudo e são poucas as coisas que não gosto de comer.

Devido a correria do dia a dia a falta de tempo para variar o cardápio e até mesmo manter os horários das refeições de suas crianças acaba sendo difícil, por isso nada melhor ter algo de fácil preparo em mãos, que seja saudável e mesmo que seja industrializados, seja balanceados. 

Para esclarecer esse tipo de duvida, li sobre esse assunto uma matéria da Doutora Christiane Araújo Chaves Leite, professora e pediatra da faculdade de medicina do Ceara. Nessa matéria, a Doutora fala sobre os bebês e crianças a necessidade de dar comidas e papinhas de diferentes sabores e tipos para que eles não enjoar, focar sempre em uma alimentação colorida e balanceada desde cedo. Cada novo sabor será uma descoberta diferente, por isso é necessário que seja testado diversas vezes antes de falar quem a criança não gosta de determinado alimento. 

Alimentar o bebê de uma forma monótona sem variar não vai contribuir para o desenvolvimento do paladar e poderá fazer com que a criança enjoe do alimento. 

A Claudia Lobo, autora do livro sobre Sabor e Nutrição infantil fala sobre papinhas industrializadas, e diz que não pode ter conservantes. Segundo as industrias desse tipo de Alimentação, a conservação das papinhas é garantidas por um processo rigoroso que impede a deterioração do alimento desde que a embalagem esteja intacta.
Agradecimento a matéria das medicas tirada do site Disney Babble.(Mitos e Verdades sobre Papinhas Prontas.


Serviços: 
Comidinhas 
 Flávia -  19 - 99850-8302

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top