6 coisas que você pode fazer quando não tiver com vontade de fazer nada.


Olá, tudo bem com você? Hoje quero conversar com você sobre aquela vontade de não fazer nada. Aqueles dias em que você acorda e simplesmente não quer fazer nada. Normalmente este não é um sentimento bom e precisamos fazer algo a respeito dele.
Recentemente me senti assim, nenhuma vontade, sem vontade de olhar o facebook, me sentindo um pouco antissocial e muito apática. E de repente você se pega perguntando:  O que está acontecendo comigo? Por que estou me sentindo assim?  O pior de tudo, uma pergunta ausente de respostas. Um processo muito pesado e doloroso.
E com certeza eu não  sou a  única pessoa que senti este tipo se sensação, você já passou por esta situação também .
Ao longo desses últimos anos, encontrei formas para lidar com esse tipo  sentimento e sofrimento e depois de identifica-lo e afronta-lo de forma direta eu criei um termo  que considero ideal para expressão:  a “obesidade emocional”.
É uma sensação real de carregar um peso emocional que se soma ao peso físico e a gente se sente como se tivesse aumentado consideravelmente de peso, e acreditem as vezes isto acontece de verdade.
Este é um assunto profundo e relevante, porém antes de aprofunda-lo com vocês acho que posso dar uma dose de alento e sugerir algumas dicas importantes de ações que te ajudarão a iniciar um processo de retorno a sua vida normal, uma ajuda simples efetiva que muito me ajudou e que ajudará você também.
1- Faça uma atividade física
Você provavelmente já sabe que fazer exercício físico pode te deixar mais feliz. A prática do exercício físico libera as mesmas substâncias químicas no cérebro que são usados em alguns antidepressivos.
Faça uma caminhada no parque, na sua rua e aprecie a paisagem, esteja 100% com você no local e estimule seus sentidos quando estiver fazendo os exercícios.


2- Vista uma roupa que te deixe UAU.
Pode não ser uma tarefa fácil, mas posso te assegurar que o resultado é INCRIVEL.
Não acredita? Que tal descobrir o poder de uma maquiagem, uma barba bem feita e uma roupa que faça você se sentir UAU? Não tenho dúvidas de até seu humor vai melhorar.
Meu conselho: se arrume mesmo que seja para ir até o supermercado.
Quando você se sente confiante com sua aparência, isso reflete em você.
 3 – Ouça Música. Sabe aquela música que desperta em você a alegria, felicidade e vontade de viver a vida de forma incontida? Aquela música que você canta alto e tem vontade de sair dançando na rua sem se importar com os outros. Ou até mesmo aquela música que você adora escutar sozinha. Essas músicas podem ser excelentes aliadas nesses dias. Se elas ainda não estão na sua playlist, meu conselho é que você as coloque lá agora mesmo e já comece a ouvir.
4 - Cozinhe
Comer saudável e tão bom para sua mente quanto para o seu corpo. Eu sei que nos dias em que nos sentimos apáticos as nossas vontades são extremistas, ou seja, é uma vontade de não comer nada ou comer tudo que aparece na sua frente. E com certeza esquentar um miojo é menos trabalhoso que cozinhar  um delicioso espaguete ao sugo com basilico.
Para mim, cozinhar, elaborar um prato, funciona meio como uma terapia, mesmo sendo uma simples salada colorida e fresca.


Meu conselho; se você não sabe cozinhar, pegue uma receita no Google e coloque-a em prática, coloque aquele playlist de músicas que falei anteriormente e cozinhe ouvindo suas músicas preferidas.
Depois me conte como foi o resultado.
5 - Brinque de ser criança com alguém
Seus filhos, sobrinhos, amiga(o), namorado(a)
As crianças não estão muito preocupadas para onde vão nas férias, mas sim como desfrutarão. Elas só querem viver o presente e isto lhe ajudará muito.  Seja um simples pastel na feira, um picnic até um passeio ciclístico em parques são excelentes.
As crianças amam até mesmo um churrasco em casa ou chamar os amigos para um lanche. O foco é a diversão e a companhia. Deixe sua criança interior brincar, desligue o botão da seriedade, tome sorvete, coma pipoca, interaja. Garanto que é terapêutico!


6 -  Tenha um momento de espiritualidade
Falo aqui mais de uma necessidade de vivência existencial que procura uma relação com algo que transcende a realidade, considerando-o sagrado para você. Algo que te mova em direção a gratidão por tudo que está recebendo independente de ser bom ou ruim.
Um momento de espiritualidade é necessário para que você converse com seu eu e conecte-se com o mundo quântico. Um momento que trabalhe com a ideia de que um fluxo constante de sentimentos, pensamentos, desejos e impulsos encontram-se interconectados e fluindo entre si e a espiritualidade é a porção que dá liga entre sua mente, seu coração e o etéreo.


Depois me conte como foi o resultado.
Desejo o melhor para cada um de vocês
Sua nova amiga,
Sil Sylos


CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top